segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Pensadores da Qualidade - J. Juran

Juran acreditava que o fator humano era essencial para a gestão da qualidade e que a resistência a mudanças era a fonte dos problemas de qualidade.

Joseph Juran

1904 - 2008

Após a Segunda Guerra Mundial, Juran decidiu iniciar sua carreira como consultor, além de dedicar-se ao estudo da gestão da qualidade.

A sua obra mais clássica, Quality Control Handbook, publicada pela primeira vez em 1951 é ainda considerada uma referência na gestão da qualidade. Juntamente com Deming, é considerado o pai da revolução da qualidade do Japão e um dos colaboradores na sua transformação em potência mundial.